O 26.º Congresso Nacional da Juventude Social Democrata, que elegerá os novos órgãos desta estrutura, realiza-se a 24, 25 e 26 de julho, à distância, com transmissão online da reunião magna, através de uma plataforma informática. As votações irão decorrer de forma presencial nas sedes distritais, sendo que a máscara de proteção individual é obrigatória para poder votar.

 

No Conselho Nacional da JSD, realizado no passado dia 20 de junho em Setúbal, aprovou-se o novo regulamento para o 26.º Congresso Nacional da JSD. Nesta reunião ficaram marcadas as novas datas do Congresso Nacional, bem como os moldes em que será realizado: online.

Durante os dias 24 e 25 de julho, os congressistas e observadores estarão ligados via online; e no dia 26 de julho os detentores de voto deslocar-se-ão às sedes distritais para exercerem o seu dever. Nas Regiões Autónomas dos Açores e Madeiras haverá um local de voto em cada ilha para os respetivos congressistas.

Para exercerem o seu direito de de voto, as recomendações da DGS têm de ser obrigatoriamente seguidas, sendo que os congressistas só podem votar seguindo a etiqueta respiratória (uso de máscara).

Margarida Balseiro Lopes, Presidente da JSD, diz que como “a situação de saúde continua preocupante” e para que a “democracia não se suspenda”, a JSD trabalhou num “modelo de congresso que garantisse o cumprimento das regras estatutárias e a salvaguarda pela saúde das pessoas, as que participam no congresso e os seus familiares e amigos que poderiam ficar em risco se fosse presencial”.

O Congresso da JSD, que deveria ter-se realizado nos dias 17, 18 e 19 de abril, no distrito de Setúbal, acabou por ser adiado por causa da pandemia de COVID-19.

Mais informações em congresso.jsd.pt