Alexandre Poço, 27 anos, consultor. Realizado e de bem com a vida em tudo o que faço e com quem me rodeia, mas não resignado com a situação atual e o futuro das novas gerações do distrito de Lisboa e de Portugal.

Hoje, e em particular nos centros urbanos como a Grande Lisboa, a nossa geração enfrenta enormes obstáculos na procura de uma casa para arrendar ou para comprar, nos salários que cada jovem consegue ter no início de vida profissional e que atrasam a emancipação da cada um de nós, ao mesmo tempo que não dispomos de uma verdadeira mobilidade metropolitana que satisfaça os movimentos diários de quem aqui vive, estuda ou trabalha. A educação de excelência – desde o início de vida até ao Ensino Superior – que permita a cada jovem ser o que quiser deve ser um objetivo de todos.

Estas são hoje as principais preocupações e prioridades que, enquanto candidato a deputado da JSD nas listas do PSD pelo círculo eleitoral de Lisboa às eleições legislativas de 6 de outubro, quererei dar resposta e envolver mais pessoas, mais jovens, na busca das melhores soluções.

A nossa geração é a que acede à tecnologia e ao mundo através de um ecrã, que se preocupa fervorosamente com determinadas causas que sente como suas e que tem um sentido de pertença ao mundo global. Somos a geração que terá de construir uma sociedade humanizada num contexto cada vez mais digital e de inteligência artificial. Somos a Geração 360º. Estou na política, faço política porque quero ser uma voz desta Geração 360º junto dos órgãos de decisão.

O jovem da minha geração quer uma boa educação, projetos profissionais e de vida que o realizem, espaços verdes, dinamismo cultural – com cidades, vilas e bairros vibrantes, cosmopolitas, inteligentes, abertos à tecnologia, à inovação e ao empreendedorismo. A minha geração sabe que vivemos tempos de emergência climática e quer dar resposta por um futuro que é de todos, porque como diz um provérbio africano “a Terra não nos foi dada pelos nossos pais, foi-nos emprestada pelos nossos filhos”. Temos de saber estar à altura daquilo que a nossa geração quer e pretende.

Nestas legislativas, sou candidato a deputado pelo PSD porque acredito na liberdade, na igualdade de oportunidades e na felicidade como fins últimos da política.

Hoje, em 2019, queremos que cada jovem que se emancipe tenha condições para o fazer com qualidade de vida. A prossecução da felicidade e do projeto de vida de cada um são o meu foco para as eleições de 6 de outubro. É nesse sentido que irei trabalhar: construir um modelo de desenvolvimento forte e justo que permita a cada um cumprir o seu projeto de felicidade e realização individual. Estamos juntos.

 

Alexandre Poço

Candidato da JSD pelo Círculo Eleitoral de Lisboa