Foi na JSD que comecei o meu percurso político. Fui presidente de secção, em São João da Madeira, presidente da Comissão Política Distrital da JSD Aveiro e vice-presidente da Comissão Política Nacional da JSD. Tive, assim, a oportunidade de conhecer e participar em todos os níveis da estrutura. Isso permitiu-me conhecer e contactar com preocupações e expectativas bastante distintas, algo que enriqueceu a minha capacidade de intervenção.

Ao nível autárquico já fui membro da Assembleia de Freguesia de São João da Madeira e integrei a lista de candidatos à Câmara Municipal. Depois de terminar o meu segundo mandato como Presidente da Comissão Política Distrital da JSD Aveiro, foi com muita honra que aceitei ser indicado como candidato jovem pelo distrito.

Num momento onde cerca de 16% dos jovens não conseguem encontrar emprego e onde muitos mais, apesar de o conseguirem, não conseguem uma remuneração digna, as questões ligadas à empregabilidade e ao acesso ao mercado de trabalho estão entre as minhas principais preocupações.

No entanto, assuntos relacionados com globalização, tecnologia e bioética também me despertam bastante interesse e acredito que são cada vez mais relevantes na definição do nosso futuro. Estudos recentes estimam que 65% das crianças em idade escolar vão ter profissões que ainda não conhecemos e por isso cabe-nos a nós, futuros decisores políticos, ter a capacidade de empreender as reformas necessárias para garantir que estamos preparados para enfrentar os desafios que um futuro desconhecido nos coloca.

A nossa geração é tida como a mais qualificada de sempre. É legítimo ambicionarmos mais, por isso, como deputado comprometo-me a colocar as preocupações e expectativas da nossa geração à frente de qualquer interesse pessoal ou partidário. Não é digno um jovem chegue aos 30 anos, trabalhe a full time e, ainda assim, não consiga ganhar o suficiente para se sustentar sozinho! Não podemos continuar a encarar com naturalidade os nossos amigos e familiares serem forçados a emigrar porque não conseguem concretizar os seus projetos de vida em Portugal.

As pessoas têm de estar no centro da ação política!

 

André Neves

Candidato da JSD pelo Círculo Eleitoral de Aveiro