Os deputados da JSD enviaram esta tarde duas perguntas ao Governo sobre o preocupante aumento do desemprego jovem, já verificado durante o mês de abril.

Apesar de não existirem ainda dados fechados e descritivos dos grupos mais afetados pelo desemprego, é possível ver que o desemprego jovem subiu 52% nos jovens até aos 24 anos durante o mês de abril.

As estatísticas de abril da Segurança Social evidenciam que entre quem tem até 24 anos o aumento no recurso ao subsídio foi de 52%, comparando com o mesmo mês do ano anterior. Já na faixa dos 25 aos 34 anos a subida foi de 33%, e entre os 35 e os 44 anos houve um aumento de 20%. Entre os 45 e os 54 anos, o aumento foi de 17%.

Este aumento do desemprego jovem reforça a preocupação dos deputados da JSD, desde logo, porque historicamente são os trabalhadores com vínculos mais precários, onde prevalecem os trabalhadores mais jovens, dos que são os primeiros atingidos pelo aumento do desemprego.

​Os deputados da JSD enviaram, por isso, duas perguntas ao Ministro da Educação e à Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social:

  • Que medidas específicas estão a ser preparadas pelo Governo de forma a mitigar os impactos da crise no emprego jovem?
  • Considera o Governo a criação de novas medidas na área do emprego especificamente dirigidas aos jovens que notoriamente estão a ser mais afetados pelos impactos da pandemia?