No passado dia 13 de novembro, o Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata apresentou as suas propostas de alteração ao Orçamento do Estado para 2021. Dentro destas propostas, duas são da autoria da Juventude Social Democrata:

  1. Alteração ao IRS Jovem, de forma a aumentar o rendimento das novas gerações;
  2. Alteração ao programa de apoio financeiro ao arrendamento jovem Porta 65.

A primeira proposta da JSD pretende apoiar o rendimento dos jovens, corrigindo uma injustiça que foi feita aquando da criação do IRS Jovem (só se considerar os jovens trabalhadores por conta de outrem, categoria A). Esta proposta visa alargar o IRS Jovem aos jovens com rendimentos da categoria B, em tempo de vigência e número de jovens. A proposta JSD aumenta de 3 para 5 anos este programa e a idade máxima de 26 para 30 anos.

A segunda proposta da JSD via alterar o programa Porta 65, substituindo a Renda Máxima Admitida (RMA) por uma Renda Máxima de Referência (RMR). O apoio ao arrendamento jovem deve incidir sobre o valor de renda compreendido dentro da renda máxima de referência, não excluindo da possibilidade de candidatura os arrendamentos que ultrapassem este valor.

A JSD está ao lado das novas gerações!