JSD e NNGG assinam declaração conjunta na I Cimeira Ibérica da Juventude

Nos passados dias 28, 29 e 30 de outubro, a Juventude Social Democrata organizou em Lisboa a I Cimeira Ibérica da Juventude em conjunto com as Nuevas Generaciones (NNGG) do Partido Popular de Espanha, um evento histórico nas relações internacionais da JSD.

A JSD e as NNGG abriram uma nova página de trabalho e cooperação entre as duas organizações, com a assinatura da seguinte declaração conjunta:

 

I Cimeira Ibérica da Juventude

Lisboa, 28, 29 e 30 de Outubro de 2022

 

Declaração Conjunta

 

No dia 30 de Outubro de 2022, durante os trabalhos da I Cimeira Ibérica, integrada no “Ano Europeu da Juventude: o centro direita e o futuro”, realizada no Hotel Real Palácio, em Lisboa, reuniram-se os representantes da Juventude Social Democrata (JSD) e das Nuevas Generaciones del Partido Popular (NNGG), com vista à assinatura de uma Declaração Conjunta, com base nos seguintes considerandos:

Considerando que:

  1. As duas instituições acordantes – a JSD e a NNGG – são juventudes partidárias do PSD português e do PP espanhol, dois partidos ibéricos pertencentes ao campo ideológico da Internacional Democrata Centrista IDC;
  2. Ambas as instituições têm, há largos anos, relações de cordialidade e contato frequente entre os seus dirigentes;
  3. A importância da criação de laços entre os jovens dirigentes internacionais para a paz no mundo e para o concerto das nações;
  4. A importância de relações fortes entre as juventudes ibéricas para a valorização da Península Ibérica no espaço europeu e no mundo;

As instituições signatárias acordam:

  1. Ambas as instituições acordam em organizar uma 2ª cimeira no próximo ano de 2023;
  2. Ambas as instituições acordam em partilhar ideias, propostas e desafios comuns numa base regular;
  3. Ambas as instituições acordam em realizar mais reuniões de trabalho entre ambas;
  4. O futuro das novas gerações encontra-se ameaçado pela conjuntura que ambos os países atravessam no seio da grave crise internacional, e também pelo facto de ambos os países serem governados pelos respetivos partidos socialistas e pelas suas políticas;
  5. Ambas as instituições afirmam a alternativa política de centro-direita, como sendo necessária para os próximos anos com o nosso contributo em ambos os países, ajudando assim o PP e o PSD;
  6. JSD e NNGG pretendem cooperar na definição de propostas de políticas públicas relacionadas com infraestruturas estratégicas;
  7. Ambas as instituições acordam no aprofundamento que ambas as nações têm ao abrigo das instituições e organizações internacionais como é o caso da ONU, União Europeia e NATO, principalmente a concertação comum no âmbito destas últimas duas, no que toca à guerra na Ucrânia e ao papel que ambas têm na tentativa de pôr fim ao conflito;
  8. No âmbito da livre iniciativa privada, na liberdade e responsabilidade pessoal de cada individuo, ambas as instituições acordam em defender e promover políticas que protejam e impulsionem as empresas no espaço ibérico, no sentido de aliviar a carga fiscal e a burocracia para que estas se possam tornas mais eficientes e competitivas no mercado global;
  9. No que toca a várias áreas da sociedade civil, nomeadamente o acesso à habitação, a mais oportunidades de emprego, melhores salários, mais ofertas na área da educação e ensino superior e no avanço das ciências e tecnologias ambas as instituições acordam em promover propostas e medidas com o objetivo de reformar o que está já feito, no sentido de facilitar o acesso das pessoas, principalmente dos mais jovens, a uma melhor qualidade de vida, indo ao encontro das realidades das economias mais desenvolvidas e avançadas da União Europeia e da OCDE;
  10. A cooperação das organizações tem uma alma profundamente atlantista, devido aos laços ibero-americanos que vão desde os nossos laços históricos até à economia de hoje. A Ibero-América, como espaço político, está sob a ameaça do populismo, que vai contra a cooperação com a Europa em termos de democracia e liberdades. Por esta razão:
    • (a) Ambas as organizações concordam em aprofundar as relações transatlânticas com as organizações políticas de centro-direita da juventude na região Ibero-Americana.  Neste sentido, a cooperação política será desenvolvida dentro dos quadros existentes, Rede da Juventude LAC, JODCA, bem como a promoção de novas iniciativas quando estas beneficiarem a promoção dos valores democráticos no continente americano.
    • (b) Ambas as organizações concordam em explorar formas de aumentar o espaço ibero-americano para incluir as nações da Guiné-Bissau, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique e Timor-Leste, com o objetivo de consolidar as relações transatlânticas no continente africano.

 

Lisboa, Portugal, 30 de Outubro de 2022

 

Em representação da Juventude Social Democrata (JSD):

Alexandre Poço, Presidente

João Pedro Louro, Secretário-Geral da JSD

João Cerejo dos Santos, Coordenador das Relações Internacionais

Em representação das Nuevas Generaciones (NNGG):

Beatriz Álvarez Fanjul, Presidente

Carlo Angrisano Girauta, Secretário-Geral

Edelmira Ferri Hernández, Coordenadora das Relações Internacionais