A Juventude Social Democrata apresenta a sua visão para o sistema de ensino português, adaptado às novas exigências e transformações do século XXI.

 

Numa primeira fase, a Juventude Social Democrata reuniu com diversas organizações, como a FENPROF, os Serviços de Ação Social da Universidade de Lisboa, a Fundação para a Ciência e Tecnologia, a Federação Nacional da Educação e a ANQEP, entre outras.

Ao longo destes meses, o Gabinete de Estudos preparou o documento “A Educação em Portugal”, que apresenta uma análise profunda e atualizada, focada no ensino desde o pré-escolar até ao secundário. Assim, apresenta propostas nas seguintes áreas:

  • Escolas do Futuro
  • Educação Infantil
  • Ensino Profissional e Vocacional
  • Educação e Cidadania
  • Polos de Saúde nas Escolas
  • Avaliação dos professores

 

O ponto de partida deste documento é a ideia de que não podemos ter uma escola do século XIX no século XXI. É por isto que sugerimos medidas como uma maior aposta nos dispositivos digitais, tecnológicos e interativos, com a respetiva formação e apoio para os professores, entre outras medidas, cujos vídeos de apresentação estão já disponíveis: