A Juventude Social Democrata (JSD) demonstra a sua preocupação com a situação dos alunos do Ensino Secundário que, devido às alterações efetuadas nos Exames Nacionais do ano letivo 2019/2020 como resposta à COVID-19, não poderão realizar exames de melhoria para aumentar as notas internas.

A JSD apela ao Governo que reconsidere e não deixe que estes alunos saiam prejudicados.

A JSD está ciente de que é necessário – por uma questão de saúde pública e proteção de todos – reduzir o número de alunos que realizarão exames presenciais, mas entende que o Ministérios da Educação e as escolas não devem prejudicar aqueles alunos que querem, através de um esforço extra, realizar um exame para subir as suas notas do Secundário.

A JSD manifesta-se assim contra a impossibilidade de melhorar a classificação final de disciplinas, sendo que a decisão do governo refere que apenas é possível melhorar nota de exame enquanto componente da nota de ingresso.

A Juventude Social Democrata assinala ainda que este tema está a preocupar muitos estudantes e encarregados de educação, sendo já motivo para uma petição pública que – à data deste comunicado, 22 de Abril – já conta com mais de 8 000 assinaturas.