No próximo dia 17 de dezembro, a Juventude Social Democrata realiza uma formação digital sobre “Os desafios da Social Democracia” com dois antigos Deputados do PSD, José Pacheco Pereira e Miguel Morgado.

Num momento em que a sociedade enfrenta um conjunto de problemas que não se colocavam no surgimento dos partidos em Portugal, a JSD considera ser fundamental promover uma reflexão ideológica sobre a Social Democracia, debatendo as suas origens, correntes de pensamento, atualidade e os desafios que enfrentamos nos dias de hoje e enfrentaremos no futuro.
Esta formação pretende demonstrar a pluralidade de pensamento, promovendo uma reflexão que consideramos ser fundamental para o desenvolvimento do espírito crítico dos militantes e, em geral, da sociedade. A JSD considera ser fundamental promover formações neste formato, por forma a contribuir positivamente para o desenvolvimento e crescimento de todos aqueles que se interessam por política e pretendem debater e refletir com oradores que, pelo seu percurso, sejam uma referência.

A formação realiza-se via online, através da transmissão live do Facebook da Juventude Social Democrata, esta quinta-feira, às 21h15 e conta com José Pacheco Pereira e com Miguel Morgado como oradores.

José Pacheco Pereira é professor, investigador da história contemporânea portuguesa, jornalista e cronista. Manifestou-se ativamente contra o Estado Novo e filiou-se no PSD em 1988. Em 1987 foi eleito deputado pela primeira vez, como independente, e em 1991, 1995 e 2009 pelo Partido Social Democrata. Foi Presidente do Grupo Parlamentar do PSD e, também, Presidente da Comissão Política Distrital de Lisboa. Atualmente é membro do conselho consultivo do CEN do PSD.

Miguel Morgado é doutorado em ciência política, área na qual publicou vários livros, sendo professor e investigador, no Instituto de Estudos Políticos da Universidade Católica Portuguesa. Foi assessor do Primeiro-Ministro, Pedro Passos Coelho, tendo posteriormente sido eleito deputado pelo PSD em 2015. Fundou o movimento 5.7 e tem desenvolvido uma forte atividade política na sociedade.

A participação nesta formação não tem qualquer limite de participação, sendo aberta a todos aqueles que, sendo militantes ou não militantes, tenham interesse pelo tema e vontade de participar e assistir.