Olá, chamo-me Luís Carvalho, tenho 30 anos e licenciei-me em Engenharia Informática pela Universidade do Minho, área na qual exerço, atualmente, a minha atividade profissional. Nortenho, Minhoto e natural do concelho da Póvoa de Lanhoso com muito orgulho, no qual exerço cargos autárquicos, nomeadamente, Tesoureiro da Junta da minha freguesia, Vilela, e Deputado da Assembleia Municipal da Póvoa de Lanhoso.

Entrei para a Juventude Social Democrata aos 16 anos e, posteriormente, no Partido Social Democrata aos 20 anos. Com sinceridade e frontalidade, qualidades que considero essenciais em política, como em tudo na vida, digo, sem problema algum, que quando me filiei na JSD, ainda bastante jovem, foi por incentivo de amigos e familiares que estavam ligados à estrutura. Fui ganhando gosto, colaborando nas iniciativas da JSD Póvoa de Lanhoso e, desde logo, percebi que poderia dar um contributo positivo na defesa dos interesses dos jovens da minha terra. Não demorou muito a receber o convite para integrar a comissão política concelhia e por ter a firme convicção que nesta estrutura poderia lutar pelos interesses dos mais jovens, foi assim que comecei o meu percurso a nível concelhio, distrital e nacional e é assim que continuo determinado a dar o meu melhor pelos jovens do meu concelho, distrito e país.

Em todas as causas que me envolvi até hoje, seja elas de cariz político, associativo, desportivo, social e profissional, sempre entendi que o sucesso da minha missão dependeria da minha dedicação, do meu trabalho, do meu esforço, da minha lealdade e, acima de tudo, do firme pensamento que fosse sempre ao encontro da luta pelos meus ideais e por aquilo em que acredito. Como é de salutar ver quem se envolve nas causas públicas e não se deixa formatar nem manipular pelos sistemas corrompidos dentro dos próprios quadros institucionais formalmente democráticos, como bem vemos por esse Portugal fora, por essa Europa fora… Por esse Mundo fora.

É com esta forma de pensar e de estar na vida que aceitei integrar a lista candidata a deputados à Assembleia da Republica pelo círculo Eleitoral de Braga.

Afinal, o que querem os jovens para se sentirem realizados e felizes por viverem em Portugal?

Os jovens, quer sejam do norte, sul, centro, interior ou litoral, querem um país que lhes dê igualdade de oportunidades e não um país que os obrigue a emigrar para procurar as oportunidades.

Os jovens querem um país que lhes dê a possibilidade de se emanciparem e terem a sua própria autonomia para terem poder de compra e constituírem família, movimentando, assim, a economia e contribuindo para o aumento da taxa de natalidade.

Os jovens querem um sistema de saúde de qualidade. Os jovens querem uma boa educação, área fundamental para as gerações futuras, com um sistema adaptado, quer a nível pedagógico quer a nível infraestrutural, à constantes mudanças e exigências do mercado de trabalho.

Emprego com melhores salários e educação são áreas muito importantes para a fixação dos jovens, mas não só. Um jovem, hoje em dia, quer uma boa oferta cultural abrangente a todo território nacional. Caso não a tenha no meio onde reside, irá certamente à procura noutra zona e isto é outro dos fatores que leva à desertificação dos meios mais rurais.

Os jovens gostam de desporto. Os jovens querem mais e melhores condições das infraestruturas desportivas para a prática de desporto, quer seja profissional amador ou apenas por lazer.

“O futuro são os jovens!”, ouve-se muito esta frase. Ora se o futuro são os jovens, mais não temos que defender as gerações futuras para assegurar o futuro de Portugal. É por estes propósitos e por considerar que a nossa geração e as gerações vindouras merecem mais e melhor, que aceitei integrar a lista candidata a deputados à Assembleia da Republica pelo círculo Eleitoral de Braga, representando a JSD.

Porque a Juventude Portuguesa precisa, contem comigo!

 

Luís Carlos Carvalho

Candidato da JSD pelo Círculo Eleitoral de Braga